New Translator....

Seguidores

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Meta Literal

Meta Literal

Antropófago e antropofagia
Eu te comeria literalmente
Mas também metaforicamente
Começaria entre a coxa e a bundinha
Naquela dobrinha só tua menininha
E vou usar de polissemia difusa
Para que você que lê tenha muitas
E varias conotações que te inspire
Pois pela minha boca que você respire
Mas na sedosa pela eu te como
E assim minhas palavras são denotação
Mas você acha que pode feromoniar
E com teu perfume único valorizar
No meu olfato causar vícios de linguagem
Sedosa tua pele vou saborear e comer
Antropófago, sou teu servidor de intenções
Venha que lhe beijo com carinho tua seda
E nos lábios monstro o que procuro
Metafórico e literal, mas universal

Ulisses Reis®
25/06/2012

Para Pecc


2 comentários:

SexyButterfly disse...

Essa história de antropofagia muito me inspira, poeta!
Beijos borboléticos!

Deh... disse...

Nossa havia um tempão que eu não passava por aqui. Como vc está querido poeta?? Saudades de ti!!

Que poesia linda!! Como todas as que escreve. Nós Mulheres ficamos todas maravilhadas com essa forma doce e gentil que sempre nos presenteia!!

Lindo...Lindo..

Beijos gostosos pra vc