New Translator....

Seguidores

domingo, 9 de agosto de 2009

Eu


Eu

Ele esta escuro, oculto
É imenso, não distante, obscuro
Me fascina, sou louco absurdo
Minha cena, somente obscena
Desdenho da vida, falta equilíbrio
Vago no espaço, vagabunda
Bebo vinho, caminho pelo mundo
Marginal, sempre quer dizer
À margem do padrão normal
Nasci: . . .Estrela fizeram festa
Desde então: . . .Só celebração
Vida para mim! Não é consumo
É ver passarinho, sonhar nu
Em cachoeiras do destino
É sentir a loira gostosa
Ouvir alto, alto, alto Pink Floyd
Amanhã será sábado

Ulisses Reis®
07/08/2009


Um comentário:

Gata disse...

Nossaaaaaaaa !!!!!!!! quanto calor, a mulher que receber algo assim, vai pegar fogo rsrsrsrsr, quente e provocante..parabéns, suas poesias continuam mais e mais sensuais