New Translator....

Seguidores

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Morena de Lisboa II


Morena de Lisboa II

Esses olhos de veneno
De forte sabor anseio
Esses negros e lindos
Aos quais vi e escrevo
Sei de Lisboa me veio
Um par de olhares pequeno
Que seduz meu caminho
Que me diz calar o hino
Onde ouvi sereias sem tino
Pois teus olhos, morena
Caiu-me e fiz poema
Não sei se aceitas pequena
Mas ilumine olhando e lendo
Esse que deslumbrou vendo
Teus olhos vorazes, bebi
Cada imagem eu senti ali
O prazer enorme de Lisboa ir
Chamou atenção e guardei você aqui
Morena, quero teu sorriso si
Vais gostar sorri
Com esses olhos ai
Dou-te beijos
Cá eu daqui

Ulisses Reis®
04/01/2009

4 comentários:

Anônimo disse...

Hummm....será more.....

Anônimo disse...

Hummm....será more.....

Anônimo disse...

Hummm....será more.....

flor disse...

adorei....