New Translator....

Seguidores

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Teu corpo


Teu corpo
Quero a agua pura do teu corpo
Que tua alma carrega até o almoço
Aquela que sai de manha do banho
Traz-me o frescor do compasso
O sentir perfume de jasmim e cravo
Sentada a pentear o cabelo
Agua que escorre no teu pescoço
Junto a ela nas ancas eu escorro
Facilita e não faz alvoroço
Deixe-me entrar sou teu conforto
Com as mãos eu seco esse dorso
Fica nua pra mim sem esforço
Teu cabelo molhado cheiroso
Faz meu caminho luxurioso
Novamente agua pura do teu corpo
Agora nu e para mim remoço
Menina assim, eu fico louco
Mas quero até teu colostro
Pois sou moço
E sei que é um colosso
Numca vou roer o osso
Ulisses Reis®
13/02/2008

Um comentário:

S disse...

DESCENDO PELO MEU CORPO, SACIANDO MINHA SEDE,PROCURANDO SEUS DETALHES...