New Translator....

Seguidores

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Teu lobo


Teu lobo

Quero você sem vergonha
Nua e é felina, bela e faceira
Não escrevo assim para mulheres
Deslizo versos nas tuas coxas, feiticeira
Venha minha Rainha, que sou teu e ponha
Tuas mãos em mim e senti o que faz
Deixa-me ereto e louco, agora sou teu moço
Acende essa musa que me aquece e ferve
Dentro de ti sou lobo, te como até no almoço
Agora descanso ao teu lado repouso !

Ulisses Reis®
02/11/08

Um comentário:

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Adorei seu poema, Ulisses. Fiquei muito contente por você ser meu seguidor, porque tinha fechado o meu Blog e não tinha mais o endereço do seu. Agora, não é por ser meu seguidor que vc não vai comentar os meus posts, não? Gosto muito dos seus comentários e até agora vc não comentou nenhum. Comente este.
Um beijo,
Renata