New Translator....

Seguidores

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Aprendendo voar

Aprendendo voar

A distancia é vôo de borboleta
De um ponto que não se volta
Tem fantasia e não é careta
Não esta sozinha, asas violeta!
Carrega no vôo sedução e a libido
Dessa mulher que me atrai
Não quero distancia, mas afago!
Dela só pode vir delicadeza de fato
E nos olhos sei que não é ficar perto
Tenho que não resistir um abraço
Quanto mais alto o frio afeta
Mas nela isso só faz e desperta
A luxuria vivida, que eu sinto e espeta!
Não segue mapa, mas tem boa orientação!
Teu extinto de pura e bela preservação
Na alma fúria e um tesão incontido
Determinando o caminho e a visão
De um romance visceral e desmedido
Onde línguas entrelaçadas é o limite
Ficção com muita fricção e mistura
O brilho dos olhos são tuas luzes
O coração batendo o motor
E a cabine de controle tua mente
Os freios e flaps essa combinação
Onde coloca teu corpo em borboleta
Num vôo com toda a tua bela imaginação
Agora estabilizada a vida caminha no ar
Batendo asas e planando, com ar quente!
Você vai fazendo em corpos ardendo
Não há nada parecido só orgasmos lindos
Voar para você é inerente à alma e vértebras
E coisa de felicidade nunca ausente

Ulisses Reis®
16/06/2011

Para Sexy Butterfly

Um comentário:

SexyButterfly disse...

Learning to Fly... Pink Floyd... Inesquecível!!!

beijos voadores...